MPC-SC assina pacto de combate à violência contra a mulher

PactoporelassiteO Ministério Público de Contas de Santa Catarina (MPC-SC) assinou o Pacto Por Elas. Trata-se de um pacto para combater a violência contra a mulher, unindo representantes dos poderes do Estado, sociedade civil organizada e segmentos empresariais. O projeto é da Frente Parlamentar de Combate à Violência Contra a Mulher. A proponente da frente parlamentar, deputada Ada De Luca (MDB), destacou o trabalho de todos os órgãos presentes no combate à violência contra as mulheres, que trabalham em 'ilhas' separadas e com a criação da frente unirão esforços no combate aos números que envergonham Santa Catarina.

Para a Procuradora-Geral de Contas, Cibelly Farias, a problemática da violência contra a mulher é diversa em diferentes regiões de Santa Catarina e também está relacionada com a dependência econômica dos companheiros. “Mas também há boas práticas sendo feitas com poucos recursos, como em Blumenau onde há um grupo de apoio aos homens que praticam violência contra a mulher para que se reeduquem”, afirmou.

Proporcionalmente, Santa Catarina ocupa a segunda posição com o maior número de violência doméstica no país e em número de estupros. Somente de janeiro a 1º de julho deste ano, foram registrados 28 casos de feminicídios no Estado.

A primeira reunião entre os órgãos que integram o Pacto Por Elas está prevista para ocorrer em agosto, quando será apresentado um cronograma de ação, além de estar previsto um espaço virtual para divulgar esse trabalho.

A delegada Patrícia Zimmermann D’Ávila, coordenadora estadual das Delegacias de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI), observou que o lançamento da frente é muito importante para unir os esforços de todos os poderes e segmentos da sociedade organizada no combate à violência contra a mulher. “É muito importante unir os esforços, colocando políticas públicas, como saúde, educação e assistência social no trabalho de combate à violência contra a mulher. Existem programas e iniciativas importantes, mas que precisam estar integradas e conectadas para prevenir estes crimes e dar a assistência adequada às vítimas.”

Participaram do lançamento da Frente Parlamentar de Combate à Violência Contra a Mulher a secretária de Estado da Assistência Social, Maria Elisa da Silveira de Caro; o secretário de Segurança Pública, Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior; o secretário da Educação, Natalino Uggioni; o presidente da Acaert, Marcelo Petrelli; o presidente da Associação Catarinense de Imprensa, Ademir Arnon de Oliveira; o presidente da Associação de Diários do Interior, Lenoires da Silva; o presidente da Adjori, José Roberto Deschamps; e representantes da Fiesc, Fecam, Fecomércio, ABL, IGP, Ministério Público, Ministério Público junto ao TCE, OAB, Ocesc, Polícia Civil, Polícia Militar, Tribunal de Justiça, Unesc, Tribunal de Contas do Estado, vereadores da região da Grande Florianópolis, entre outras lideranças.

selo pacto por elas

Com informações da Alesc
Foto: Fábio Queiróz/ALESC

 

TELEFONE

|48| 3221-3781
E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

FUNCIONAMENTO

Atendimento ao Público: 7h às 19h
Protocolo: 13h às 19h

lOCALIZAÇÃO 

Rua Bulcão Viana, 90, Centro
CEP 88.020-160 - Florianópolis/SC